28.7.11

Monterey

Onde fica:
Distante apenas 12km de Carmel, Monterey é uma cidade pequena, com apenas 30.000 habitantes, muito bem estruturada e agradável. A baía de Monterey emoldura boa parte da cidade.

O que ver:
As grandes atrações do local, além das praias, são Cannery Row- antiga zona portuária, produtora de sardinhas, que deu lugar a um moderno complexo turístico e o Aquário.

Antiga Fábrica de sardinhas
Aquário de Monterey


Cannery Row
Conhecer essa região do norte da California me trouxe à tona velhas e boas recordações.
Cannery Row ou Caravanas do destino era um dos livros preferidos do meu pai e, muitas vezes, em sua sagrada "hora do whisky", conversamos sobre Doc, sua solidão, seus amigos, sua generosidade. O romance de John Steinbeck acabou por ser também um dos meus preferidos e caminhar pela lendária Cannery Row - rua que deu origem ao título do livro - e conhecer os galpões onde, na década de 40, funcionavam as indústrias de sardinha em lata, o porto onde os barcos pesqueiros atracavam foi uma grande alegria e uma viagem ao passado. Mesmo que hoje tudo esteja transformado em atração turística e que boutiques e lojas de souvenirs abarrotem o lugar, a emoção foi enorme.

Canery Row
Antiga fabrica de sardinhas

Monterey - Aquarium       
Esse é um programa imperdível para quem está na cidade. O Aquário é  mesmo fantástico; além dos já conhecidos tanques de tubarões, banheiras onde é possível tocar em arraias e também dos coloridos aquários tropicais, o visitante tem a percepção real de como se formam os repuxos das ondas, passando por um túnel onde uma reprodução de uma enorme vaga se quebra por cima de sua cabeça. A sensação é muito boa! O setor das águas-viva e caravelas impressiona pela beleza; um espetáculo visual. Os polvos também surpreendem. As crianças mais corajosas podem fazer seu primeiro mergulho de verdade e explorar o fundo do mar acompanhada de instrutores.

Aquário de Monterey
Aquário de Monterey
Aquério de Monterey
Aquário de Montery
Aquário de Monterey
Aquário de Monterey
Aquário de Monterey
Aquário de Monterey
Serviço
O Aquário fica no final da Cannery Row, abre todos os dias das 10h às 18h no verão e das 10h às 17h no inverno.O preço dos ingressos: U$29,95 adultos, U$19,95 crianças de 3 a 12 anos. Os mergulhos custam U$95.

LEIA TAMBÉM
1. San Francisco- Las Vegas de carro: planejamento da viagem
2. San Francisco
3. Hotel Phoenix: um clássico em San Francisco
4. Hitchcock em San Francisco
5. Castro: o bairro gay de San Francisco
6. Tudo sobre San Francisco: informações preciosas
7. Aluguel de carro em São Francisco
8. De San Francisco a Carmel: de carro
9. Hotel estratégico em Carmel: La Playa

10. De Carmel a Santa Bárbara: de carro


26.7.11

Carmel - Califórnia

Parte II: de San Francisco a Carmel - Pela Estrada.

Carmel

Distância: 198 km


Tempo: levamos quase 5h devido as inúmeras paradinhas para comtemplar a paisagem.

Como chegar: tem 2 caminhos para chegar até Carmel, a 101 (que vai pelo interior da Califórinia) e a Highway I (que vai pela costa do Pacífico). Saímos de San Francisco à tardinha e depois de um percurso de quase 200km pela Highway 1 e passando por incríveis paisagens de penhascos, mar azul escuro e um antigo farol (Pidgeons Point) chegamos a Carmel. No caminho, eis o que vimos:

Highwai I - Entre S. Francisco e Carmel
Highwai I - Entre S. Francisco e Carmel
Highwai I - Entre S. Francisco e Carmel
Passamos por Monterey mas fomos direto a Carmel (12 km adiante), pois já eram quase 21h e ainda tínhamos que descobrir onde ficava o hotel. Já passava das 9 da noite e fomos direto para o Histórico La Playa Hotel (haverá um post especial sobre) descansar.

Hotel La Playa
No dia seguinte, voltaríamos a Monterey para visitar o Aquário e a Cannery Row.

Entre Monterey e Carmel
Carmel é uma pequena cidade da costa californiana, famosa pelos ares sofisticados de suas lojas, hotéis e restaurantes e também pelo enorme número de celebridades que circulam por suas ruas. Até o ex-cowboy do cinema e hoje aclamado diretor,  Clint Eastwood já foi prefeito da cidade.
Carmel
Carmel
Na manhã seguinte (dia lindo de sol) saímos para explorar a cidade e loucas por um café, já que o do hotel era cobrado à parte e muito caro. Tudo por aqui é super requintado, fashion e caro mesmo! A rua principal – Ocean Avenue – é um corredor de lojas de griffe e joalherias, e como isso nào é muito a nossa praia, rumamos para a praia de verdade, já que um mergulho estava entre nossos planos.


A Sofisticada Carmel

A ilusão durou pouco... A praia é bonita, o mar é limpo e convidativo mas o vento frio torna o banho impossível! Apenas alguns corajosos entram na água. Uma boa caminhada, foi  tudo o que conseguimos fazer na praia e isso sem tirarmos os casacos. 


Praia de Carmel

Voltamos aos passeios pelas ruas agradáveis do centro da cidade e nos encantamos com as casas - uma mais bonita do que a outra – e seus jardins. Isso é o que há em Carmel, sossego e sofisticação.

24.7.11

Na Estrada da Califórnia: São Francisco a Los Angeles (de carro)

Parte I: Chegando em San Francisco

We left our hearts in S. Francisco
Chegamos em S.Fco às 15h de um domingo de Julho/ 2011. O San Francisco International Airport fica a 22 km do centro da cidade.
Como chegar:
Para chegar ao Downtown, tem 3 opções:
- Taxi: você vai gastar em média 40$.
- Van: 17$ por pessoa.
- Trem: você pega o trem interno do aeroporto (free), desce na estação do BART (trem municipal),   compra um ticket nas máquinas que se localizam na própria estação (custa 8.10$). Da plataforma 2 saem os trens até o Civic Center (centro de S. Fco) e o percurso leva 28min..

Cable Car
Fomos de trem pois nosso descolado Hotel, o Phoenix (tem um post só sobre ele), ficava bem perto da estação Civic Center. Descemos do trem e fomos até o hotel a pé.

S. Francisco
Como já comentamos, chegamos num domingo e o centro da cidade estava bem deserto, mas cheia de velhos mendigos. O que nos pareceu é que são sobreviventes da cultura beat/hippie que erraram a mão nas viagens, exageraram nas drogas e perambulam pelas ruas. 

Na rua

Passeios
Nos dias seguintes passeamos pela Union Square, fomos andando até Chinatown, passeamos por lugares caracteríscos e especiais como a Golden Gate, cenários de filmes...

Chinatown
San Francisco

... pela íngrime e curva ladeira da Lombard St., Avistamos Alcatraz (A fuga impossível)... e tudo o que já contamos no post anterior.

Lombard St.

Alcatraz
GLBT
Também fomos ao Castro o super bairro GLBT de San Francisco (temos um post especial sobre).

Transporte/ aluguel de carro
A passagem de ônibus custa 2$ e tem que ser paga com moedas ou nota de 1$. Para rodar pela cidade, alugamos um carro que usaríamos por 7 dias. Custou 336$ com todas as taxas e seguros para devolve-lo em Las Vegas. Alugamos uma carrão pela Happy Tours, super confiável e eficiente. Vale comentar que,para encher o tanque, gastamos em média 45$. O galão de 4L custa entre 3.78$ e 4$.

Nosso carro
Quantos dias?
Recomedamos 3 dias completos, no mínimo, em San Francisco e, não esqueça, pleno verão, faz frio!!

San Francisco

22.7.11

Castro - O Bairro Gay de San Francisco

Durante a segunda guerra mundial, em San Francisco,  o exército americano afastou de seus quadros centenas de soldados gays que acabaram fixando residência na região de Castro - assim começa a fama do bairro gay mais conhecido do mundo. 

No final década de 60, já sendo referência para homossexuais de toda a América, o número de habitantes cresce bastante. Em 1973, Harvey Milk - que se tornaria seu mais notório morador - abre uma loja de material fotográfico  na Castro Street e começa o seu envolvimento político como defensor da causa gay, fato que contribuiu ainda mais para a fama do bairro. Depois de ver o filme Milk, com o Sean Penn, já tínhamos motivos mais do que suficientes para conhecer Castro.


Bandeiras do arco-íris estão por toda a parte ao longo da grande avenida que dá nome ao bairro, o comércio é diversificado e divertido: sex- shops misturam-se a salões de beleza, boutiques, lojas de souvenirs, bares e restaurantes. Casais gays andam tranquila e orgulhosamente abraçados pela rua e nada parece perturbar essa serenidade. Todos se respeitam e são respeitados. 


A parte residencial do bairro, que fica localizada nas ruas transverais e ladeiras típicas da cidade são repletas de casas vitorianas lindamente conservadas.



LEIA TAMBÉM
1. San Francisco- Las Vegas de carro: planejamento da viagem
2. San Francisco
3. Hotel Phoenix: um clássico em San Francisco
4. Hitchcock em San Francisco
5. Tudo sobre San Francisco: informações preciosas
6. Aluguel de carro em São Francisco
7. De San Francsico a Carmel: de carro
8. No meio do caminho: Monterey
9. Hotel estratégico em Carmel: La Playa

10. De Carmel a Santa Bárbara: de carro












20.7.11

Vertigo - Um corpo que cai

Esse foi o primeiro filme do Hitchcock que vi no cinema. No início dos anos 80, 5 filmes foram selecionados para uma mostra onde os programadores apregoavam que aquela era uma seleção - feita pelo proprio diretor - de filmes que foram "escondidos" anos e anos e que seriam reapresentados ao grande público após a sua morte. Mesmo sem saber se essa era uma história verdadeira, corri para o cinema. "Um corpo que cai"- fui arrebatada desde o início. Uma história de mistério, romance e obsessão, contada magistralmente pelo genial Alfred Hitchcock. Os protagonistas do filme? James Stewart, Kim Novak e San Francisco. Hoje, emocionada e entusiasmada, fiz um passeio pelas locações do filme.


1000 Mason Street - Apartamento de Maddie


900, Lombard Street - Casa do Scottie

19.7.11

Hotel Phoenix - San Francisco / CA

Sabe aqueles hotéis clássicos de beira de estrada de filme americano? Pois é, assim parece (mas não é!) o Phoenix Hotel, da Eddy St, 601 - no centro de San Francisco. Um prédio de dois andares, em forma retangular com um grande vão no meio onde fica a piscina, o pátio, o restaurante. Esse hotel é conhecido como Rock'n'Roll hotel pois é irreverente, descolado, tem personalidade  - onde já se viu um hotel de beira de estrada no centro da cidade?  - e várias estrelas do palco e do cinema já passaram por aqui. É, Keanu Reaves, Joan Jett e Little Richards já elegeram o Phoenix como um dos seus preferidos na cidade. Os quartos são grandes, a piscina é aquecida, o café da manhã é honesto, o staff é simpático e os hóspedes parecem seguir a tendência do hotel. 
Fone: 415.776.1380 / email www.thephoenixhotel.com

O Hotel
Phoenix

                                

San Francisco

Esta é uma cidade que sempre esteve na lista dos nossos roteiros preferidos, não só por ser o berço da geracão beatnik nem pelo charme de suas ladeiras íngrimes e floridas, mas também por ser um lugar que representou e representa inovações, mudanças sociais e ousadia.
O cartao postal mais famoso da cidade, a Golden Gate, nos dá uma idéia do que acontece por essas bandas. No começo dos anos 30 construir uma ponte na baía de San Francisco era uma obra impossível: o forte vento, a neblina constante e as correntes violentas do Pacífico eram obstáculos quase intransponíveis mas, mesmo assim, desafiando a engenharia da época e os mais pessimistas, a obra foi concluída em 1937. E assim é San Francisco, determinada e vanguardista.
Chegamos aqui depois de 25 horas de viagem porque perdemos a conexão em Dallas. Os trâmites da imigração são muito demorados e a inspeção da alfândega também. Depois disso ainda tem o controle de segurança onde somos desnudadas pelo scanner e tiramos os sapatos, cintos... até a fivela do cabelo. Mas, enfim, aqui estamos.
Cenário de vários clássicos do cinema, capital mundial gay, fonte inspiradora de músicas inesquecíveis, cidade organizada e prática. Essa é a San Francisco que começamos a explorar hoje e que estára nos próximos posts em detalhes, relatos e curiosidades.

3.7.11

Planejamento de viagem

Falta pouco. Sairemos de Porto Alegre dia 16/07 - coincidentemente no mesmo dia em que, há um ano, saímos na nossa primeira aventura para Machu Picchu - rumo aos Estados Unidos. Nossa primeira parada é técnica, em Dallas. O destino é San Francisco, onde estaremos por 3 dias ou mais. Depois disso vamos de carro, pela highway 1, até Los Angeles. Acreditamos que, apesar dos poucos 724 km que separam as duas cidades, levaremos uns 4 dias de viagem. As paradas serão muitas: Santa Cruz, Big Sur, Monterey, Carmel, Cambria e o outras que aparecerem pelo caminho. Os parques estaduais também estão nos nossos planos. Em seguida, Los Angeles e seus arredores - Hollywood, Redondo Beach... Alguns dias depois e, mais 426 quilômetros, chegamos em Las Vegas; entre essas duas cidades, nosso principal interesse é o Parque Nacional do Deserto de Mojave. Na capital de Nevada, não ficaremos mais de 1 ou 2 dias pois sabendo da minha (Solange) pequena inclinação e grande fascínio pelas luzes dos cassinos, sairíamos rapidamente do orçamento. Ali nos despedimos do carro e, de avião, vamos para Nova York - adoraríamos fazer também esse trajeto de carro mas o tempo não seria aliado nessa empreitada. 5 dias em NY - MoMa, Broadway, Central Park, Guggenheim Museum, hotéis parceiros como: Pennsylvania, o Library, lojas e muitas histórias que serão contadas aqui diariamente. Valerá a pena seguir-nos.

2.7.11

USA


Em poucos dias estaremos Nas Estradas Norte Americanas!
Entre San Franciso e New York, rodaremos alguns km!
Em breve postaremos o planejamento desta trip, roteiro, transporte, hotéis, lugares, cultura & diversão.

Até!